Vencendo o Diabetes

Vencendo o Diabetes

Vencendo o DIABETES – O diabetes, cujo nome cientí?co é diabetes mellitus, é uma das mais antigas doenças da humanidade. É uma doença crônica do metabolismo da glicose ou açúcar. Seus sintomas mais característicos são: cansaço extremo, sede intensa, sensação de fome insaciável, dor de cabeça, excesso de urina com presença de glicose (glicosúria) e crises de hiperglicemia (excesso de glicose na corrente sanguínea) com náuseas e vômitos. A forma usual de tratamento do diabetes é o uso de drogas redutoras da glicemia que se tem tornado tão comum que parece até “normal” ser diabético, uma vez que há medicamentos à vontade para tratar a enfermidade e mantê-la “sob controle”. Este é um pensamento equivocado. O dia- betes é uma doença muito perigosa, que destrói progressivamente o organismo, e que, quanto mais tempo for mantida apenas com medicamentos, maior dano fará ao portador. O QUE FAZER PARA EVITAR O DIABETES? Se o uso em larga escala de carboidratos está na origem e desenvolvimento da enfermidade é necessário suprimi-los para reverter o quadro, começando pelos re?nados ou massas brancas, cujo índice glicêmico é muito maior. Por exemplo: 100g de pão branco possui o dobro do índice glicêmico, IG, de 100 g de maçã. A frutose, o açúcar das frutas, tem um IG de apenas 20% da glicose, e não necessita de insulina para a entrada na célula, provendo a sensação de saciedade tão necessária à superação da doença. O atenuante para índice glicêmico chama-se FIBRA, que o carboidrato re?nado não tem (a maioria dos pães ditos integrais também não, ou tem muito pouco). Para evitar o acúmulo de glicose na corrente sanguínea deve-se privilegiar uma alimentação rica em ?bras, como frutas, pela manhã e à noite (ricas em frutose, que as células precisam) e uma grande quantidade de saladas de hortaliças cruas (a melhor ?bra) no almoço. Esta deve ser a base alimentar (80%) que poderá ser acrescida de alimento genuinamente integral (20%) pela manhã e ao meio-dia. Trocar o jantar por frutas é um grande passo para dispensar as medicações vespertinas. Este procedimento deverá ser acompanhado por um médico principalmente se os sintomas incômodos persistirem. O ideal é fazer uma caminhada matinal, desfrutando o ar puro e o sol que promove a produção de vitamina D (anti-osteoporose) no organismo. Começar com 20 min. e aumentar 02 min. cada dia até 40 ou 60 minutos diários. Além do benefício citado, esse exercício real produzirá bom sono (quem não anda, não dorme) que, principalmente nas primeiras horas da noite, é importante fator de recuperação de enfermidades. VIVA MAIS E MELHOR SEM DIABETES! Dr. Elias Oliveira Lima Diretor Médico da Clínica Nat