TROMBOSE – UM PERIGO A SER EVITADO

TROMBOSE – UM PERIGO A SER EVITADO

Desde que uma adolescente morreu em um vôo Brasil – Portugal, sobre o Oceano Atlântico e sem chance de pouso de emergência, há alguns anos, houve um despertamento da atenção do público para o assunto trombose.
A trombose, mais frequente nos membros inferiores, é um bloqueio em uma das veias profundas das pernas, por isto mesmo chamada TVP – trombose venosa profunda, ocasionado por um trombo, que é um pequeno coágulo sanguíneo ou acúmulo de gordura, solto na circulação, que bloqueia o vaso impedindo a passagem do sangue, formando uma barreira dolorosa e perigosa.
Os sinais e sintomas mais importantes da trombose são a dor na perna, que às vezes começa na região da virilha, e que pode aparecer em repouso ou quando a pessoa anda ou movimenta a perna, e o inchaço (edema) de parte ou de todo o membro comprometido. Quando aparece em apenas uma perna, aumenta a suspeita de TVP.
O exame médico dos pacientes com trombose mostra comumente sinais como veias superficiais da pele dilatadas (na TVP – quando as veias superficiais são atingidas por trombo inflamam e constituem a tromboflebite), aumento das circunferências medidas da perna doente em relação à outra perna (tornozelo, panturrilha e coxa), palidez ou cianose (cor azulada) da pele e dor quando se apalpa o trajeto da veia suspeita de ser o local principal da formação da trombose.
O grande perigo ocorre quando o tombo se desloca pela circulação e atinge o pulmão, gerando embolia pulmonar que pode levar à morte. A boa notícia é que para os vegetarianos, que evitam o queijo (gordura animal é coadjuvante), e se execitam diariamente a incidência de TVP é praticamente inexistente.
O tratamento da TVP é feito com medicamentos anticoagulantes. Essa medicação deveria ser usada no auge do problema, para saná-lo. À exceção de quem tem trombofilia, um problema bem mais complexo que o médico poderá diagnosticar, mas é raro, o tratamento poderia terminar em 90 dias, aproximadamente. No entanto assisto com frequência pacientes hospitalizados com AVC hemorrágico em decorrência do uso continuado do anticoagulante.
Prefira a prevenção. Faça uma desintoxicação orgânica natural, em clínica especializada, troque seus hábitos por práticas mais saudáveis, faça exercícios, caminhadas de preferência, todos os dias e fique longe da trombose, e também do diabetes, da hipertensão, da enxaqueca e de tantas doenças desnecessárias.

Dr. Elias Oliveira Lima

Neurologista e Nutrólogo